Operação Dose para Leão investiga uso indevido de insumos médico-hospitalares e odontológicos em Secretaria de Saúde de Araguarina/TO

ANSEF 29

Araguaína/TO – A Polícia Federal deflagrou a Operação Dose para Leão, com vistas a apurar ocorrências de superfaturamento, bem como desperdício de insumos médico-hospitalares e odontológicos na Secretaria de Saúde de Araguaína/TO.

Mais de 50 policiais federais cumprem 12 mandados de busca e apreensão expedidos pela 2ª Vara da Justiça Federal de Araguaína/TO, nas cidades de Palmas/TO, Araguaína/TO, Goiânia/GO e Aparecida de Goiânia/GO.

A investigação teve início após denúncia sobre irregularidades ocorridas no Centro Logístico da Prefeitura de Araguaína. A falta de controle nas compras de insumos e medicamentos geraram perdas por vencimento dos prazos de validade de diversos produtos, somando-se a isso a aquisição desnecessária de diversos itens com baixa rotatividade.

Dentre as irregularidades, foi constatado o superfaturamento em diversos itens adquiridos pela Secretaria, chegando a mais de 400 % (quatrocentos por cento) em alguns casos, assim como a existência de produtos adquiridos por preços inexequíveis, ou seja, abaixo do preço de custo, o que gera suspeitas sobre a utilização do artifício denominado “jogo de planilha”.

A operação contou com o apoio da CGU, que também auxiliará na análise técnica de parte do material apreendido.

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Tocantins

 

***O nome da Operação remete à necessidade de doses exageradas de medicamentos para que possam produzir os efeitos desejados, fazendo analogia à aquisição em excesso de alguns insumos.

Usuario:
Senha: