Despachantes usavam documentos falsos para instruir procedimentos de aquisição e de registro de arma de fogo

ANSEF-031

Belo Horizonte/MG – A Polícia Federal realizou uma ação para combater fraude na concessão de registro de armas de fogo. Foram cumpridos dois mandados judiciais de busca e apreensão em dois escritórios de despachantes que atuam nesta capital, para a apreensão de documentos e computadores.

De acordo com as investigações, identificou-se que dois despachantes utilizavam comprovantes de residência e de atividade lícita falsos, com o intuito de instruir vários procedimentos para aquisição e registro de armas de fogo para seus clientes junto à Polícia Federal.

Como fase anterior à ação de hoje, a PF cumpriu mandado judicial de busca e apreensão em escritório de outro despachante na cidade mineira de Itabira em 5/4/2019. Esse despachante agia da mesma forma, apresentando comprovantes de residência falsos, visando a obter autorização para aquisição e registro de armas de fogo para seus clientes. Na ocasião, foram apreendidos diversos documentos falsificados e equipamentos de informática.

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Minas Gerais

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. | www.pf.gov.br

(31) 3330-5270

Usuario:
Senha: