image 14

Guarulhos/SP – A Polícia Federal apreendeu em ações distintas, no Aeroporto Internacional de São Paulo, com passageiros de voos internacionais, drogas e materiais controlados pelo Exército.

Um brasileiro, de 33 anos, desembarcou no aeroporto de Guarulhos e tentou passar pelos canais de inspeção sem submeter suas bagagens à inspeção alfandegária. Os servidores da Receita Federal selecionaram o homem e, na revista das bagagens, localizaram uma grande quantidade de produtos destinados à comercialização, cujos impostos superariam o valor de R$ 8 mil. Também foram encontrados com ele produtos destinados a armas de fogo, cuja importação necessita de autorização prévia do exército. A PF foi acionada e o homem, que possui uma grande movimentação migratória, foi preso em flagrante. Neste mesmo dia, servidores da Receita Federal, que atuam com o auxílio de cães de faro no porão de bagagens, identificaram substância suspeita no interior de uma mala e, ao passar com o cão pela mala suspeita, o animal deu indicação típica para entorpecentes. A PF foi acionada e o passageiro localizado e conduzido à delegacia para acompanhar a revista em seus pertences. Na mala foram encontrados oito tabletes compostos por cocaína, cujo peso totalizou oito quilos. O homem, um brasileiro, de 36 anos, que pretendia embarcar para a Etiópia, foi preso em flagrante.

Na sexta-feira (16), um voo que partiu com destino a Atlanta, nos Estados Unidos, retornou ao aeroporto minutos após decolar. Um passageiro, nacional da Rússia, de 29 anos, causou tumulto e se recusou a acatar as orientações dos tripulantes da aeronave. Em terra, o homem se recusou a desembarcar, momento em que a PF foi acionada. Após resistência e agressões verbais feitas pelo homem, os policiais o conduziram à delegacia, onde foi preso. Em outra ação, em uma aeronave, cujo destino era Addis Ababa, na Etiópia, um homem, nacional da Nigéria, de 43 anos, foi retirado para acompanhar a revista em seus pertences. Policiais Federais, que acompanhavam o embarque das bagagens dos passageiros daquele voo, identificaram substância orgânica oculta dentro de uma pia de cozinha, despachada em nome daquele passageiro. Na delegacia, os peritos federais encontraram mais de quatro quilos de cocaína nas estruturas do objeto. O homem foi preso em flagrante.

Na última ação, realizada na noite do sábado (17), policiais federais prenderam um passageiro, nacional da Nigéria, que tentou passar pelo controle migratório com três quilos de cocaína ocultos dentro de cinco livros. O homem, de 29 anos, pretendia levar a droga para Lagos, em seu país natal.

Comunicação Social da Polícia Federal no Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos

Usuario:
Senha: