2286

Polícia Federal do Rio Grande do Sul descobriu um esquema de fraude ao INSS e ao Ministério do Trabalho no Litoral Norte do Rio Grande do Sul. Cinco mandados de busca e apreensão são cumpridos são cumpridos na manhã desta segunda-feira (11) em Capão da Canoas, Imbé e Cidreira.
Conforme a PF, os agentes identificaram a ação de um contador, que informava à Previdência Social sobre vínculos de trabalhadores com empresas já encerradas, a fim de obter benefícios ilegalmente junto ao INSS e ao Ministério do Trabalho e Emprego. O prejuízo chega a R$ 410 mil, levando em conta a base de amostra de benefícios analisados. O valor, porém, poderia chegar a R$ 1,3 milhões, de acordo com a PF.
As investigações iniciaram em setembro. Segundo a PF, o crime fim é o estelionato majorado, já que é praticado contra a União. A pena prevista chega a até seis anos e meio de prisão.

2287

Fonte: GLOBO.COM

Usuario:
Senha: