ANSEF-00116

Rodrigo Albernaz, de 36 anos, disputará atletismo e poker (Foto: André Costa)

 

A partir desta quinta-feira (19), Goiânia, Aparecida de Goiânia e Anápolis receberão quase 900 atletas oriundos dos 26 estados brasileiros e do Distrito Federal para a disputa dos Jogos Nacionais de Integração dos Servidores da Polícia Federal (Joids). A competição, disputada a cada três anos, chega a sua 14ª edição e pela primeira vez será realizada em Goiás.


Serão cem atletas representando o Estado nos jogos, histórias de vida que se misturam em prol da prática de esportes. Uma das obrigatoriedades do Joids é de que os participantes sejam profissionais da Polícia Federal. O perito criminal Rodrigo Albernaz Bezerra trata sua relação com o atletismo e o poker como duas paixões. Um serve para que fique fisicamente preparado. O outro, para trabalhar a mente. “O esporte tem sua beleza, como uma pintura, por exemplo. Tento alcançar meus objetivos, melhorar minha saúde, de corpo e de alma. Me sinto motivado porque o esporte é vida”, diz o goiano de 36 anos, que, no seu 3º Joids, buscará bater seu tempo na prova de 5 km, mas também disputará provas de 1.500m e 4x100.

“Comecei a praticar atletismo por causa do concurso da Polícia Federal, há 13 anos. Antes, só jogava futebol. Sempre gostei de esportes e, depois que passei no concurso, continuei”, comenta o corredor, que treina uma hora por dia, durante seis dias na semana, e pratica poker há 10 anos, por influência de amigos.

Resgate

Quem estará acompanhando o goiano na disputa do Joids é o treinador da seleção goiana de atletismo. José Adriano Bispo de Araújo, conhecido como Jabá. “Durante os jogos, minha função será tirar o melhor de cada atleta. A ideia é que todos apresentem o melhor desempenho visando seus objetivos”, comenta o técnico de 33 anos, que há 12 anos estava morando nas ruas do Centro de Goiânia. “Neste período, passei por muitas dificuldades, o que me fez amadurecer. Prometi buscar algumas metas em minha vida”, frisa o tocantinense, que, em 2007, recebeu ajuda de uma família goianiense para estudar e encontrar um lar.

Após se formar em Educação Física, em 2010, Jabá se tornou técnico de luta olímpica e atletismo e ganha a vida auxiliando atletas amadores e profissionais. “Nossa seleção está bastante forte para a disputa dos Joids. Evoluímos em relação à edição de 2015. No salto em altura, temos grandes chances de medalhas e podemos quebrar recordes”, salienta o ex-morador de rua.

Os Joids serão disputados desta quinta-feira (19) até o dia 28 de julho. Ao todo, 18 modalidades fazem parte dos jogos, desde futebol de campo, passando pelas provas de atletismo, até partidas de poker, dominó, dama e xadrez. Os atletas disputam o evento divididos em categorias: absoluto (até 39 anos), veterano (de 40 a 49) e veteraníssimo (acima dos 50).

 

Fonte: www.opopular.com.b

 
 
Usuario:
Senha: